Dólar opera em queda, à espera de parecer da reforma da Previdência

Leia Mais

+55 (41) 3223.2828

Taxas de Câmbio

Dólar opera em queda após parecer favorável à Previdência na CCJ e monitorando exterior

Dólar opera em queda após parecer favorável à Previdência na CCJ e monitorando exterior

Na véspera, moeda dos EUA fechou em alta de 0,11%, a R$ 3,8532.

10/04/2019 09h06  Atualizado há 19 minutos

   Em sessão tumultuada, relator dá parecer favorável à reforma da PrevidênciaBom Dia Brasil      --:--/--:--    Em sessão tumultuada, relator dá parecer favorável à reforma da Previdência

Em sessão tumultuada, relator dá parecer favorável à reforma da Previdência

O dólar opera em queda nesta quarta-feira (10), após parecer favorável do relator à reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, e monitorando dia de agenda cheia no exterior, segundo a Reuters.

Às 15h25, a moeda norte-americana caía 0,88%, vendida a R$ 3,8194. Veja mais cotações.

O relator da Previdência na CCJ, deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), apresentou um parecer favorável à proposta encaminhada pelo governo, mas recomendou que sejam feitos "ajustes" na técnica legislativa e pediu que o mérito seja analisado com "profundidade" para verificar a "conveniência" e a "justiça" das novas regras.

Após mais uma sessão tumultuada no colegiado, o texto voltará a ser discutido a partir da próxima segunda-feira para ser votado até 17 de abril.

"Mesmo com todas as fichas sendo direcionadas na aprovação da reforma, a apreensão fica por conta da sua essência. Resumindo, o objetivo de uma economia de 1 trilhão de reais em 10 anos será ou não alcançado?", ponderou em nota o operador de câmbio da Advanced Corretora Alessandro Faganello.

Ainda na noite de terça-feira, o governo aprovou um pagamento de US$ 9,058 bilhões à Petrobras na renegociação da cessão onerosa.

Em meio a dificuldades fiscais, o governo deverá usar parte dos recursos arrecadados com o leilão do excedente do contrato da cessão onerosa, previsto para 28 de outubro, para pagar os montantes da renegociação à Petrobras.

 

Cenário externo

 

No exterior, o apetite por risco que predominava nos últimos pregões se esvaiu depois que o Fundo Monetário Internacional (FMI) cortou suas projeções de crescimento global na véspera e com tensões comerciais renovadas entre Estados Unidos e Europa.

Tendo esse cenário como pano de fundo, investidores voltam as atenções nesta quarta-feira para a decisão do Banco Central Europeu, que manteve a política monetária e orientação apesar da forte desaceleração no crescimento econômico do bloco.

O mercado aguarda ainda a divulgação da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve, às 15h.

"Com poucas novidades esperadas para o curto prazo, as dúvidas se referem aos detalhes que as autoridades podem fornecer sobre as perspectivas de médio e longo prazo", explicaram economistas da XP Investimentos em nota, referindo-se às reuniões dos bancos centrais.

Banco Central vendeu o lote integral de 5.350 contratos de swap cambial tradicional ofertados nesta quarta-feira em operação de rolagem do vencimento maio. Em oito leilões neste mês, o BC já vendeu US$ 2,140 bilhões nesses contratos. O lote a expirar em 2 de maio é de US$ 5,343 bilhões.

Na véspera, o dólar fechou em alta de 0,11%, a R$ 3,8532.

Variação do dólar em 2019Diferença entre o dólar turismo e o comercial, considerando valor de fechamentoEm R$Dólar comercialDólar turismo (sem IOF)28/124/19/114/117/122/128/131/15/28/213/218/221/226/21/38/313/318/321/326/329/33/48/43,63,73,83,944,14,2Fonte: ValorPro Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/04/10/cotacao-do-dolar-em-10042019.ghtml