Dólar opera em queda, mas segue acima de R$ 4

Leia Mais

+55 (41) 3223.2828

Taxas de Câmbio

Dólar opera em queda e atinge R$ 3,85, aguardando Fed e monitorando avanços internos

Dólar opera em queda e atinge R$ 3,85, aguardando Fed e monitorando avanços internos

Na véspera, moeda norte-americana encerrou o dia em baixa de 0,95%, vendida a R$ 3,8873, menor cotação desde 15 de abril.

Por G1

04/06/2019 09h04  Atualizado há 58 minutos

  Dólar — Foto: Reprodução/TV GloboDólar — Foto: Reprodução/TV Globo

Dólar — Foto: Reprodução/TV Globo

 

O dólar opera em queda nesta terça-feira (4), com investidores na expectativa pela fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, que pode oferecer alguma sinalização sobre corte de juros nos Estados Unidos, e monitorando avanços na agenda econômica interna.

Às 15h56, a moeda norte-americana caía 0,81%, vendida a R$ 3,85594. Veja mais cotações. Na mínima, atingiu R$ 3,8499, e na máxima, R$ 3,8891.

Na véspera, a moeda norte-americana encerrou o dia em baixa de 0,95%, vendida a R$ 3,8873. Foi a menor cotação desde 15 de abril, quando a moeda fechou a R$ 3,8686.

Variação do dólar em 2019Diferença entre o dólar turismo e o comercial, considerando valor de fechamentoEm R$Dólar comercialDólar turismo (sem IOF)28/127/111/117/123/130/15/211/215/221/227/27/313/319/325/329/34/410/416/423/429/46/510/516/522/528/53/63,63,844,24,4Fonte: ValorPro

 

Juros nos EUA

 

A cena doméstica fica em segundo plano, destaca a Reuters, com investidores aguardando uma fala de Powell, em meio a recentes declarações de outras autoridades monetárias de que chegou o momento de se cortar juros nos EUA.

Na véspera, o presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, disse que um corte de juros nos EUA "pode ser justificado em breve" devido ao aumento do risco de crescimento econômico e à fraca inflação nos EUA.

Após os comentários de Bullard na segunda-feira, os juros futuros dos EUA mostravam que operadores veem quase 98% de chances de o Fed cortar os juros em dezembro, ante 97% pouco antes dos comentários do presidente do Fed de St. Louis.

"O pessoal quer ouvir o Powell falar para ver se ele está alinhado com discursos de outros membros do Fomc. Se ele falar que tem pensado nisso (corte de juros), muita coisa vai mudar", afirmou o sócio-fundador do Grupo Laatus, Jefferson Laatus.

Segundo ele, uma sinalização nesse sentido ajudaria a valorizar o real, uma vez que moedas emergentes são beneficiadas por cortes de juros norte-americanos.

 

Cenário local

 

No plano interno, Laatus avalia à Reuters que houve uma expressiva melhora no sentimento com a aprovação de medidas importantes no Congresso, como a da MP 871, que combate fraudes no INSS, no Senado na segunda-feira.

Guedes participará de audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, que tem como pauta os impactos econômicos e financeiros da reforma da Previdência.

Sobre a reforma da Previdência, mais notadamente, o relator na comissão especial, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), afirmou na segunda-feira que deve apresentar seu parecer sobre a proposta entre a quinta-feira desta semana e a próxima segunda-feira.

O BC realiza nesta sessão leilão de até 5,05 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de julho, no total de US$ 10,089 bilhões.

 Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/06/04/cotacao-do-dolar-04062019.ghtml