Dólar opera em alta à espera do Fed e do Copom

Leia Mais

+55 (41) 3223.2828

Taxas de Câmbio

Dólar sobe e ronda R$ 4,10 com retaliação da China e de olho no Fed

Dólar sobe e ronda R$ 4,10 com retaliação da China e de olho no Fed

No dia anterior, a moeda norte-americana fechou em alta de 1,22%, vendida a R$ 4,0789.

Por G1

23/08/2019 09h05  Atualizado há 42 minutos

  Jerome Powell, do Federal Reserve, durante coletiva de imprensa em Washington — Foto:  REUTERS/Yuri GripasJerome Powell, do Federal Reserve, durante coletiva de imprensa em Washington — Foto:  REUTERS/Yuri Gripas

Jerome Powell, do Federal Reserve, durante coletiva de imprensa em Washington — Foto: REUTERS/Yuri Gripas

dólar opera em alta nesta sexta-feira (23), chegando a se aproximar de R$ 4,10, após a China retaliar e anunciar que vai impor tarifas adicionais sobre US$ 75 bilhões em produtos dos EUA e com investidores à espera do discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, de olho em sinais sobre a trajetória da taxa de juros nos Estados Unidos.

Às 10h43, a moeda norte-americana subia 0,17%, vendida a R$ 4,0860. Veja mais cotações. Na máxima, chegou a R$ 4,0994, maior cotação intradia desde 21 de maio de (R$ 4,1130).

No dia anterior, a moeda norte-americana fechou em alta de 1,22%, vendida a R$ 4,0789, e alcançou o mais patamar desde 20 de maio (R$ 4,1033). Na parcial de agosto, a moeda dos EUA acumula alta de 6,82%. No ano, subiu 5,28%.

Já a Bovespa seguia em queda nesta sexta-feira, após baixa de mais de 1% na véspera.

Variação do dólar em 2019Diferença entre o dólar turismo e o comercial, considerando valor de fechamentoEm R$Dólar comercialDólar turismo (sem IOF)28/129/117/128/15/213/221/21/313/321/329/38/416/425/046/514/522/530/57/617/626/64/715/723/731/78/816/83,63,844,24,4Fonte: ValorPro

A expectativa é de que o discurso de Powell no simpósio anual de Jackson Hole corrobore a visão do mercado de mais cortes de juros, dadas as recentes preocupações com o crescimento global e as tensões comerciais.

A ata da reunião de julho do Fed diminuiu as expectativas do mercado monetário de um corte maior nos juros no mês que vem.

"As expectativas para três cortes de juros até dezembro diminuíram em meio aos comentários dos membros do Fed e após a ata da última reunião, mas espera-se que o discurso de Powell seja alinhado às expectativas do mercado para um corte de 0,25% no próximo mês", avaliou a XP Investimentos.

No cenário local, o Banco Central realiza nesta sessão leilões simultâneos de venda de dólar à vista e de contratos de swap cambial reverso.

O BC anunciou no dia 14 de agosto mudanças em sua forma de atuar no mercado de câmbio, com o objetivo de trocar posição cambial em contratos de swap tradicional por dólares à vista, formalizando novo modelo de intervenção cambial para aprimoramento do uso dos instrumentos disponíveis. O BC fará ofertas simultâneas de US$ 550 milhões à vista e de igual montante em contratos de swap cambial reverso até o dia 29. Os swaps são utilizados como instrumento para proteção para investidores.

 Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/08/23/cotacao-do-dolar-230819.ghtml